terça-feira, 31 de março de 2015

OPINIÃO DO LIVRO: "PELA LUZ DOS OLHOS SEUS"




Com o livro "Pela luz dos olhos seus", não foi diferente. Chorei, ri, refleti e me emocionei. Um livro bonito que mostra o amor na sua essência, puro, quase que impossível nos dias de hoje, mas que de alguma forma pode acontecer.

E é assim a história de Claudio (meu xará) Roman, um renomado tenor, rico e fã das coisas boas que o dinheiro consegue  prover: festas badaladas, banquetes, viagens, os melhores hotéis, os melhores restaurantes. E sempre com belas mulheres.

Visto assim parece que Claudio leva a vida que muitos sonharam algum dia em ter, só que apesar disso tudo, existe nele um sentimento de tristeza bem escondido por não poder interpretar Alfredo, em La Traviata, por causa de um ataque que ele sofreu e que lhe tirou a visão.

Do outro lado da história temos Laura Vincent que cresceu e passou pela adolescência sempre sendo apagada pela irmã mais velha, Agathe que era sempre a queridinha, a preterida, a mais bonita e a disputada pelos garotos. Enquanto Agathe brilhava no seu mundo, Laura ficava em seu mundo lendo seus romances.

Laura que depois foi trabalhar como assessora de imprensa de músicos, recebe um convite para que ela seja a guia de Claudio em sua turnê.

Laura conhece então um homem arrogante, difícil e acostumado a ser bajulado por todos o tempo todo e que acha no seu íntimo que pode ter o que ele quiser, e quem ele quiser. O tempo vai passando e Laura além de guia passa a ser sua amiga confidente. E a partir desse ponto se dá a grande transformação dos personagens.

E é aí que a magia do livro acontece.
 
Você se envolve de tal forma, que no momento – você vai saber qual é – cinderela do livro, você vai sentir até onde o amor pode ir, apesar da dor, do medo da perda, da não aceitação.

E eu só posso dizer: Bravo!!

Classificação:  ☻☻☻☻☻

☻ Péssimo ☻☻ Ruim ☻☻☻ Bom ☻☻☻☻ Muito Bom ☻☻☻☻☻ Ótimo

PELA LUZ DOS OLHOS SEUS - JANINE BOISSARD - EDITORA ARQUEIRO - 216 páginas


segunda-feira, 30 de março de 2015

OPINIÃO DO LIVRO: "MAR DA TRANQUILIDADE"




Bastaram alguns poucos capítulos para me encantar com o livro. "Mar da Tranquilidade" irá arrancar lágrimas de vocês como arrancou de mim. Últimamente não posso recomendar os livros que tenho lido (muitos da Editora Arqueiro), para que sejam lidos em público. A menos que você não se importe de chorar na frente dos outros. As pessoas vão achar muito bizarro (infleizmente), uma pessoa que lê e ainda por cima chora. 

"Mar da Tranquilidade" é uma história forte, de recomeço, de reencontro, de superação.

O modo que a autora Katja Millay escolheu para narrar a história é bem interessante. Ela alterna os dois personagens principais em capítulos narrados em primeira pessoa. Ora é Nastya, ora é Josh. Sendo que na maior parte do tempo a fala de Nastya é muda.

O livro conta a história de Nastya que tinha um futuro promissor e um acontecimento muda todo o rumo de sua vida. Ela se fecha em seu mundo de tal forma que ela resolve parar de falar - isso não é spoiler - com todos. Depois de um tempo ela resolve mudar de cidade, de escola e vai morar com a tia.
Na nova escola ela conhece Josh que também é uma pessoa excluiída socialmente por toda a sua história de vida e por ele ser conhecido por um mal assombro, pois todas as pessoas que ele amou ou que convivem com ele são ceifadas da vida dele. E isso acabou criando um escudo onde ninguém o pertuba.

Nastya acaba cruzando o caminho de Josh e acontece uma atração entre os dois, mas que eles tentam lutar contra. A medida que o temo vai passando, os escudos criados por cada um deles vai sendo quebrado. A relação deles vai dando força a sentimentos que eles não conheciam ou que tinham medo de vivenciar e até aceitar.

É um livro denso, bonito, triste, desafiador, e que leva você a pensar em como o ser humano é capaz de em momentos difíceis da vida olhar de verdade para uma pequena luz no fim do túnel em que essa peossa achou que estava mergulhada.

Bravo! Bravo! Bravo!

Classificação:  ☻☻☻☻☻

☻ Péssimo ☻☻ Ruim ☻☻☻ Bom ☻☻☻☻ Muito Bom ☻☻☻☻☻ Ótimo

MAR DA TRANQUIL

OPINIÃO DO LIVRO: "RECONSTRUINDO AMELIA"





Que livro é esse? Uau. Há tempos que não leio um livro com uma mistura de drama com contornos de história policial tão maravilhoso. Uau.

O livro já estava na minha estante olhando pra mim, e eu sempre prometia, no próximo, no próximo. Só que esse próximo não chegava. Mas eu penso assim, quando você está no seu momento de ler aquela história ela vai surgir na sua frente. Até porque quando sinto nas primeiras páginas, ou até mesmo lendo a contracapa, você sabe que aquele é o livro da vez. Pode não ser O LIVRO, mas é o momento de vocês. 

Eu devorei o livro em um dia e meio, ou foram dois dias. Não conseguia parar de ler. Você acaba envolvido na angústia da mãe em buscar a verdade depois que recebe em seu celular uma mensagem dizendo que talvez a morte da sua filha não foi o que as autoridades acreditam. A mãe então parte para conhecer a filha de verdade, de uma maneira que ela nunca conseguiu conhecer. Ela vai atrás do passado da filha; Facebook, o blog que a filha escrevia, seus e-mails.

A leitura se torna ainda mais agradável e empresta o ritmo certo à narrativa quando a autora, Kymberly McCreight, em seu romance de estreia, entremeia a história de Kate com os registros do blog, os e-mails trocados por Kate, as postagens do Face e a própria história de Amelia.

Realmente me surpreendi com o livro e fiquei com aquele gostinho de quero mais Kymberly!

Classificação:  ☻☻☻☻☻

☻ Péssimo ☻☻ Ruim ☻☻☻ Bom ☻☻☻☻ Muito Bom ☻☻☻☻☻ Ótimo

RECONSTRUINDO AMELIA - KIMBERLY McCREIGHT - EDITORA ARQUEIRO - 349 páginas

OPINIÃO DO LIVRO: "TUDO PODE MUDAR"





Definitivamente, Jonathan Tropper, entrou para o rol de 'Meus autores prediletos'. Assim que acabei de ler "Sete dias sem fim" (que li em dois dias), corri para a minha estante sem pestanejar e comecei a ler "Tudo pode mudar".

A escrita de Trooper acho que enfeitiça. É uma escrita gostosa, leve, que vai te levando e quando você se dá conta o livro já acabou. Essa é a parte negativa. O livro acaba rápido demais. Apesar das 282 páginas. Que nem é muito vamos combinar. 

"Tudo pode mudar" você vai viver a historia de Zachary King, o Zack. Filho mais velho dos três da família King, cujo pai Norm, sumiu da vida deles todos. Zack não tem o melhor emprego do mundo, está noivo de Hope, mas nem sabe se a ama. Mora de favor na casa de um amigo rico, e se considera por tudo isso um homem de sorte. 

Um belo dia Zack encontra sangue na urina e coloca na cabeça que se trata de um cancêr. À partir daí Zack começa a repensar em toda a sua vida: emprego, casamento, sua relação com a esposa de seu melhor amigo morto em um acidente. 

Com todos esses ingredientes torna o livro um prato cheio para Jonathan nos envolver nesse romance divertido, emocioante, sim eu chorei nesse livro também, e que vai fazer você refletir sobre sua vida também, suas escolhas e sobre as relações familiares, que ficam bem fortes quando o pai de Zack, resolve voltar depois de anos. O livro me fez pensar muito em meu pai e na relação que eu tive com ele, e me fez ver que muitas coisas eu poderia ter feito de forma diferente. Fica claro que a vida é propensa a grandes reviravoltas.  

Um LIVRAÇO! Um livro UAU! 

Classificação:  ☻☻

☻ Péssimo ☻☻ Ruim ☻☻☻ Bom ☻☻☻☻ Muito Bom ☻☻☻☻☻ Ótimo

TUDO PODE MUDAR - JONATHAN TROPPER - EDITORA ARQUEIRO - 281 Páginas

OPINIÃO DO LIVRO: "SETE DIAS SEM FIM"




Eu ainda não vi o filme. Sim, tem um filme baseado no livro. Vi o trailer. Mas, então. tenho esse livro aqui em casa desde 2013, tanto que a capa do meu livro é a antiga e a que estou usando aqui, pois em 2014, a nova edição ganhou capa nova baseada no filme. 

Então, vamos falar do livro. Uau, que livro é esse? Li em dois dias. Já tinha lido outro livro do autor, Jonathan Tropper, ("Como falar com um viúvo" - também publicado pela Arqueiro), mas esse aqui me pegou de jeito. Me envolveu de tal forma que nem sei explicar. 

"Sete dias sem fim", fala de família, de reencontros, descobertas, e das dificuldades de relacionamento entre irmãos. Nem parece uma ficção. Os fatos, as situações podem muito bem ter sido tirados de qualquer famíia existente.

A história gira em torno de Judd Foxman que de uma hora para outra, perdeu o emprego, seu casamento ruiu, e o pai morreu. Só que para Judd o pior foi o último desejo do pai: Que quando morresse a familia se reuniria e cumpriria sete dias de luto, seguindo os preceitos da religião judaica.

Imagina então a família inteira; 4 irmãos, cunhado, crianças, e mãe vivendo 7 dias sob o mesmo teto, com amigos e vizinhos indo e vindo e onde todo o passado não tinha como ser trazido à tona. Cobranças, lembranças, porquês, acusações e os problemas pessoais de cada um. Sentiu?

O livro traz momentos memoráveis, situações embaraçosas, engraçadas, tristes e emocionantes. Não precio nem falar que chorei com algumas situações que por incrível que possa parecer pareciam situações que vivenciei na minha famíia. Ou seja, muitos irão se identificar em alguma das situações do livro.

A leitura é superagradável. Jonathan escreve de uma maneira gostosa de se ler. Tanto que você, no caso eu, luta para avançar no livro, mas ao mesmo tempo quer retardar a chegada ao ponto final. Me encantei com o livro. E com o autor.

Eu super-recomendo. É leiturta imperdível.


Classificação:  ☻☻

☻ Péssimo ☻☻ Ruim ☻☻☻ Bom ☻☻☻☻ Muito Bom ☻☻☻☻☻ Ótimo

SETE DIAS SEM FIM - JONATHAN TROPPER - EDITORA ARQUEIRO - 295 Páginas

quinta-feira, 26 de março de 2015

OPINIÃO DO LIVRO: "O MAIOR AMOR DO MUNDO"




Acabei de ler o livro. Tempo: Um dia e meio. Sentimento: Todos possíveis. Emoção: Indescritível. 

Talvez seja se a memória não estiver me pregando uma peça, uma das primeiras resenhas que faço poucas horas depois de ter chegado ao ponto final. 
Se bem que existem livros que transcendem o ponto final e ficam remoendo dentro de você ainda por um bom tempo. 

Aproveitando a minha "fase Romance" ou a minha não "fase thriller", olhei para a minha estante e foi o olhar da garotinha da capa que me convidou para mais uma viagem. Afinal, todo livro acaba sendo uma grande viagem. Mas convenhamos nem sempre grande. 

Mas, "O maior amor do mundo" é uma bela e linda viagem. Uma viagem ao sentimento, ao amor incondicional de uma mãe e que te leva a sentir uma infinidade de sentimentos: dor, raiva, amor, ternura, paixão, medo. 

Você se envolve de tal forma com a personagem Elle Beene que fica às vezes difícil de segurar algum comentário que você faz em voz alta - vai dizer que nunca fez nenhum comentário em voz alta durante a leitura? - que acaba escapando durante a leitura como se você quisesse participar do diálogo e da vida de Elle.

Eu diria que é um livro quase que leitira obrigatória para todas as mulheres que são mães, para as que pensam em ser e para as que não pensam em ser - e não sabem o que estão perdendo. E no meu caso, leitura também recomendada aos homens que talvez consigam entender o quão grande é o amor de uma mãe. É algo grandioso que transcende qualquer coisa. 

Você vai se emocionar e muito - preparem os lencinhos de papel e deixem as lágrimas rolarem - com a história de Elle que depois de se divorciar pega a estrada, entra numa pequena cidade, conhece um cara (Joe) que tem dois filhos, Zach de 6 meses e Annie de 3 anos, se apaixona e casam. Quando Joe se afoga a vida de Elle se transforma. Alguns segredos vem à tona, a mãe biológica reaparece, pedindo a guarda definitiva das crianças, o negócio da família estava praticamente falido. E então começa a batalha de Elle para sustentar uma famíia, além das tarefas domésticas e da batalha contra a mãe biológica. Dilemas, tipo a Escolha de Sofia, tribunais, família, as crianças e o amor de duas mães. 

Bravo!


Classificação:  ☻☻☻☻☻

☻ Péssimo ☻☻ Ruim ☻☻☻ Bom ☻☻☻☻ Muito Bom ☻☻☻☻☻ Ótimo

O MAIOR AMOR DO MUNDO - SERÉ PRINCE HALVERSON - EDITORA ARQUEIRO - 312 páginas

quarta-feira, 25 de março de 2015

OPINIÃO DO LIVRO: "O COMEÇO DE TUDO"



Imperdível. Inesquecível. Emocionante. Sensível. Sim, eu chorei. E se você entrar de corpo e alma na história com certeza vai também derramar algumas lágrimas.

"O Começo de Tudo" foi um livro que quando comecei a ler a leitura fluiu de tal forma que quando me dei conta faltavam alguns capítulos para o final. E assim com muita tristeza minha leitura se deu em um dia e meio. E essa é a parte mais triste do livro. Quando acaba. Você se vê tão envolvido na vida do personagem que quer continuar com ele por muitos mais capítulos. 

Esse livro vai te mostrar que nem sempre a vida que você tem e acha que a melhor do mundo é realmente isso, a melhor do mundo. Você vai ver que ser uma "atração" no colégio, ser um esportista, namorar aquela garota que todos desejam, andar com a turma mais badalada do colégio e ter ainda o favoritismo ao posto de Rei do Baile, nem sempre é o que de mais legal você tem em sua vida.

Precisou uma tragéida, uma traição da namorada para que ele revesse sua vida e percebesse que não pertencia àquela outra vida.

Na história você vai acompanhar a transformação de Ezra Faulkner, seus medos, seus novos questionamentos, e a aceitação de quem ele se tornou, e do porque ele se tornou. Como ele lidou com essa mudança. Até talvez a mais banal que é o simples lugar onde se vai sentar para almoçar, passando pela superação de não poder mais ser O ESPORTISTA, e o de namorar uma garota que foge dos "padrões" normais que acabam sendo impostos pelos próprios adolescentes e taxados de vencedores e perdedores.

Você vai acabar a letirua vendo que sempre que você achar que tudo acabou, se você olhar com cuidado vai ver que sempre há o recomeço que às vezes pode ser o seu Começo de tudo.

Bravo!



Classificação:  ☻☻☻☻☻

☻ Péssimo ☻☻ Ruim ☻☻☻ Bom ☻☻☻☻ Muito Bom ☻☻☻☻☻ Ótimo

O COMEÇO DE TUDO - ROBYN SCHNEIDER - EDITORA NOVO CONCEITO - 287 páginas

segunda-feira, 23 de março de 2015

SORTEIO DO LIVRO: "A LINGUAGEM DAS FLORES"




Ainda não é primavera, mas a Viciados em Livros​ traz em parceria com a Editora Arqueiro​ a promoção que irá sortear o livro:

"A LINGUAGEM DAS FLORES" - Vanessa Diffenbaugh

Compartilhe a imagem em modo público.

Para participar basta entrar na aba "Promoções - Sorteie.me" ou acessar pelos links abaixo:

https://www.sorteiefb.com.br/tab/promocao/438646

http://bit.ly/A_Linguagem_das_Flores

sexta-feira, 20 de março de 2015

OPINIÃO DO LIVRO: "A TODA PROVA"




Sempre serei suspeito em minhas resenhas quando o assunto é Harlan Coben. Ainda mais para quem teve o privilégio de tomar um café da manhã com ele. Mas isso só aumentou mais ainda a minha "fãnzisse".

"A toda prova" é mais um livro com Mickey Bolitar, o sobrinho do querido Myron. Antes tivemos "Refúgio" e "Uma questão de segundos", ambos publicados pela Editora Arqueiro. 

Uma coisa é fato: sempre sinto falta de Win, o fiel amigo escudeiro de Myron e de Esperanza, sua fiel escudeira também. E do próprio Myron em si como o protagonista. Mas... Mas isso não compromete em nada de nada a leitura do livro. 

Aqui o trio protagonista é outro, Mickey, Ema e Colherada, tal qual na série com Myron. Fico até imaginando como seria um livro com todos juntos. Harlan fica a dica.

Em "A toda prova", Mickey vai continuar sua busca pela verdade sobre seu pai, sobre o Abrigo Abeona e Harlan como não poderia deixar de ser, consegue com maestria amarrar a coisa de uma maneira incrível com sempre aquela virada que faz você dizer: "Ohhhhhhhhhhhhhh".

E paralelo a essa busca ainda existe um outro "caso" em que Mickey como seu tio Myron (sempre) acabam envolvidos e que tem Ema como o pivó da história. E que também está amarrada de um jeito que só uma cabeça como a de Coben para construir. 


Classificação:  ☻☻☻☻☻

☻ Péssimo ☻☻ Ruim ☻☻☻ Bom ☻☻☻☻ Muito Bom ☻☻☻☻☻ Ótimo

A TODA PROVA - HARLAN COBEN - EDITORA ARQUEIRO - 221 páginas

SORTEIO DO LIVRO: "UMA LONGA JORNADA" + CHAPÉU




Nicholas Sparks na Viciados em Livros!

Em parceria com a Editora Arqueiro vamos sortear um exemplar com a capa nova do livro que virou filme e um chapéu!

"UMA LONGA JORNADA" - Nicholas Sparks + CHAPÉU

Compartilhe a imagem em modo público.

Para participar basta entrar na aba "Promoções - Sorteie.me" ou acessar pelo link abaixo:


quinta-feira, 19 de março de 2015

OPINIÃO DO LIVRO: "EM ALGUM LUGAR DO PARAÍSO"



Uma coisa é certa: Melhor não ler em público o livro para não começarem achar que você é realmente estranho. 1) porque está lendo. 2) porque além de ler, você ri e às vezes gargalha. É muita informação para um público que não está acostumado com isso ainda mais se levando média vergonhosa de leitura do brasileiro em consideração. Abafa que senão a resenha vira um texto político. Que alíás é um prato cheio para o Verissimo.

Difícil falar das crônicas do brilhante Luis Fernando Verissimo. Difícil também dizer que essa ou aquela é a "the best". Todas, ou a grande maioria das crônicas são difíceis de resenhar, pois Verissimo trata de fatos do cotidiano, de fatos que já aconteceram - Sobre o primeiro homem - de sentimentos, e até angústia. 

O ponto negativo é que o livro acaba logo e você fica com aquele gostinho de quero mais, quero mais. 

Que mais posso dizer?


Classificação:  ☻☻☻☻☻

☻ Péssimo ☻☻ Ruim ☻☻☻ Bom ☻☻☻☻ Muito Bom ☻☻☻☻☻ Ótimo

EM ALGUM LUGAR DO PARAÍSO - LUIS FERNANDO VERISSIMO - EDITORA OBJETIVA - 194 páginas

OPINIÃO DO LIVRO: "SUSPEITOS"





Alguns prólogos são a porta de entrada, são o convite que todo leitor espera e que o puxa para dentro da história de uma forma até bruta. Não foi o caso. O prólogo foi "ok".

Não lembro enquanto escreo a resenha se já li algum outro livro de Robert Crais. Mas a história é até interessante. O livro conta a história de um policial, Scott James, que numa noite foi baleado e quase morreu e sua pareceira assassinada. Depois de nove meses e dezesseis dias, James Scott acorda depois de uma sessão de regressão feita pelo Dr. Charles Goodman, designado para cuidar dele e para ver se ele se lembrava de mais algum detalhe que pudesse ajudar na investigação sobre os assassinos.

James Scott então conhece sua nova parceira, Maggie, uma pastor-alemão que sobreviveu a três temporadas no Iraque e no Afeganistão - essa é parte que é contada no prólogo - e que como James Scoott está desacreditada em poder trabalhar novamente.

É a partir daí que a história se desenrola e conta como James Scott e Maggie começam a investigar o caso que ninguém mais quer que seja investigado.

Se você achou, pôxa, que história incrível, porque só um livro bom? Por uma série de pequenos detalhes, mas que fazem uma certa diferença no todo.

A capa do livro é feia. Nada convidativa. Mas o que pesou mais foram os erros encontrados durante a leitura. Fora uma mania talvez, de em alguns capítulos, o autor optar pela mudança na menção do nome do protagonista. Numa mesma sentença o autor usa o nome e depois usa só o sobrenome, o que pode na hora causar uma certa confusão do tipo, quem é fulano? Porque não começar o livro falando ou 'o policial James', ou 'James', ou 'Scott' e não continuar a falar do protagonista usando apenas uma forma?

Por exemplo, no capítulo 5 ele começa 'James Scott', depois no meio, escreve 'policial James', e depois somente 'James', se até aquele momento era só usado 'Scott'?

Um leitor mais desatento vai acabar tendo que parar tudo e voltar algumas páginas para trás para ver se é um novo personagem ou é o mesmo apenas tratado de forma diferente.


Classificação:  ☻☻☻☺☺

☻ Péssimo ☻☻ Ruim ☻☻☻ Bom ☻☻☻☻ Muito Bom ☻☻☻☻☻ Ótimo

SUSPEITOS - ROBERT CRAIS - COMPANHIA EDITORA NACIONAL - 278 páginas

quarta-feira, 18 de março de 2015

OPINIÃO DO LIVRO: "RIO NOIR"





Decepção. Foi assim que me senti quando acabei de ler "Rio Noir". Decepcionado.

Quando você olha para a capa, bonita por sinal, tipo, bem no clima da proposta, você acha que a leitura vai ser maravilhosa pelo calibre dos autores convidados para escreverem contos sobre algum lugar do Rio de Janeiro. Escritores esses, selecionados por Tony Bellotto que também assina um dos contos.

Dividios em 4 partes e passando pelos mais diversos bairros cada autor escolheu o seu bairro que tivesse alguma ligação com ele.

Muitos dos autores eu já conhecia. Ou de livros, ou de suas crônicas. Ou de ambos. Mas isso não bastou.

Como explicar um conto que quando você acaba de ler, vê em sua frente um ponto de interrogação? Ou até mesmo durante a leitura do conto.

Sinceramente não entendi como alguns autores conseguiram essa proeza. Me fazer não gostar do que ele escreveu. Achei alguns contos sem personalidade.

É claro que alguns dos contos eu gostei e aqui me reservo no direito de não cometer o meu "spoiler" e apontar quais foram os contos, até porque isso seria uma tremenda saia justa.

Faltou na minha opinião algum ingrediente nos contos para fazer do livro um grande livro.


Classificação:  ☻☻☺☺☺

☻ Péssimo ☻☻ Ruim ☻☻☻ Bom ☻☻☻☻ Muito Bom ☻☻☻☻☻ Ótimo

RIO NOIR - EDIÇÃO TONY BELLOTTO - EDITORA CASA DA PALAVRA - 289 páginas

OPINIÃO DO LIVRO: "COLIN FISCHER"




Confesso que a primeira tentativa de ler "Colin Fischer" não foi a das melhores. Não sei exeplicar. Alguma coisa não fez a tal da conexão que todo leitor espera. 

Três livros depois, ou, 5 dias depois da primeira tentativa, resolvei tentar mais uma vez. 

Confesso de novo que o primeiro capítulo e meio eu já balancei de novo. Mas segui adiante. E não é que não me arrpendi?

Você quando começa a conhecer Colin e vai entrando em seu mundo, tudo muda. Você se afeiçoa a ele. Ou até se apaixona por ele. E acaba descobrindo um novo mundo.

O mundo de Colin e de como ele enxerga as coisas ao seu redor é um pouco diferente da nossa percepção. Mas nada que faça com que você tenha alguma dúvida sobre o quão especial é Colin.

A história começa com o começo do ano letivo de Colin abordando todas as dificuldades que uma criança diferente acaba enfrentando. E como você pode adivinhar nada fáceis. E nessa rotina de Colin, uma arma é disparada interrompendo uma festa de aniversário que acontecia na cantina da escola. E Colin é o único que pode investigar o caso. E logo ele vai tentar provar que o seu maior algoz, aquele aluno que o persegue desde o primeiro dia de aula é inocente.

No final achei um livro incrível e gostoso de se ler.


Classificação:  ☻☻☻☻☺

☻ Péssimo ☻☻ Ruim ☻☻☻ Bom ☻☻☻☻ Muito Bom ☻☻☻☻☻ Ótimo

COLIN FISCHER - ASHLEY EDWARD MILLER & ZACK STENTZ  - NOVO CONCEITO - 176 páginas

SORTEIO DO LIVRO: "O PODER DO FRACASSO"



Viciados em Livros, se a vida segue, nossas promoções também seguem!

Em parceria com a Editora Sextante vamos sortear um exemplar do livro:

"O PODER DO FRACASSO" - Sarah Lewis

Compartilhe a imagem em modo público.

Para participar basta entrar na aba "Promoções - Sorteie.me" ou acessar pelos links abaixo:


terça-feira, 17 de março de 2015

OPINIÃO DO LIVRO: "VINTE GAROTOS NO VERÃO"




Sem essa de rotular livro para mulheres. Pode até ser um livro mais para mulheres, mas nada impede que os com barba leiam e gostem. Mesmo que já tenham passado dos 40. 

"Vinte garotos no verão" é um livro gostoso de ler. É light. É bom para quebrar (no meu caso) uma sequência de livros com doença, sangue, investigação, tiros, perseguições. Coisas que adoro numa leitura. 

O livro emociona tá? Fala de luto, de um amor secreto, de aventura. E principalmente de se aproveitar os momentos que a vida lhe dá. 

Anna e Frankie resolvem passar vinte dias na praia e Frankie proprõe a Anna uma brincadeira para que elas conheçam o maior número de garotos nessas férias para que Anna finalmente possa encontrar um amor. 

A leitura flui tão bem que o livro foi lido em 1 dia e meio. 

Classificação:  ☻☻☻☻☻

☻ Péssimo ☻☻ Ruim ☻☻☻ Bom ☻☻☻☻ Muito Bom ☻☻☻☻☻ Ótimo

VINTE GAROTOS NO VERÃO - SARAH OCKLER - EDITORA NOVO CONCEITO - 285 páginas


OPINIÃO DO LIVRO: "A MAIS PURA VERDADE"




A mais pura verdade é que o livro é SENSACIONAL. O autor, Dan Gemeinhart é professor e bibliotecário e nos brindou com esse magnífico livro que é seu primeiro livro. Uau. 

A história é comovente. Mark, Jessie e um cachorro chamado Beau vão levar você às lágrimas. 

Mark certo dia resolve realizar a maior aventura da vida dele. Então um dia ele pega seu caderno, sua câmera e seu cachorro Beau e simplesmente vai, deixando todo o resto para trás. 

O que leva Mark a querer realizar essa sua aventura é a grande questão do livro. Ele tem uma doença (não é spoiler) e sempre quis escalar uma montanha (também não é spoiler). 

Conforme a aventura e consequentemente o seu escape vão acontecendo, você vai se apegando de tal forma a Mark, a Jessie e a Beau de uma forma muito forte e rápida. 

Você definitivamente não sente o tempo passar. Você vai automaticamente virando página após página querendo sempre saber mais, querendo saber se ele vai realmente conseguir escalar a tal montanha. Você se depara com dois sentimentos de amizade inacreditáveis. E mais verdadeiros impossível. 

E quando o livro acaba você certamente vai parar e refletir muito sobre a vida, a amizade, a determinação. 

Único ponto negativo do livro: ele acaba rápido. Li o livro em meia tarde.

SPOILER: Será que isso é spolier? Melhor, recomendação: Tente não ler o livro em público. Se não tiver como evitar, prepare-se para chorar. Principalemnte nos capítulos finais. 


Classificação:  ☻☻

☻ Péssimo ☻☻ Ruim ☻☻☻ Bom ☻☻☻☻ Muito Bom ☻☻☻☻☻ Ótimo

A MAIS PURA VERDADE - DAN GEMEINHART - EDITORA NOVO CONCEITO - 217 páginas

SORTEIO DO LIVRO: "A TRANSFORMAÇÃO DE RAVEN"



Sim, a Viciados em Livros não vai parar e nem se abater.

Como demostração de renovação de forças - graças as centenas de mensagens -, trazemos em parceria com a Editora Arqueiro a promoção que irá sortear um exemplar do primeiro livro da série 'Noites em Florença':

"A TRANSFORMAÇÃO DE RAVEN" - Sylvain Reynard

Compartilhe a imagem em modo público.

Para participar basta entrar na aba "Promoções - Sorteie.me" ou acessar pelos links abaixo:


sexta-feira, 13 de março de 2015

SORTEIO DO LIVRO: "BRUXA DA NOITE"



Nora Roberts na Viciados em Livros!

Em parceria com a Editora Arqueiro vamos sortear um exemplar do primeiro livro da trilogia mágica Primos O’Dwyer:

"BRUXA DA NOITE" - Nora Roberts

Compartilhe a imagem em modo público.

Para participar basta entrar na aba "Promoções - Sorteie.me" ou acessar pelo link abaixo:


terça-feira, 10 de março de 2015